sexta-feira, 13 de outubro de 2017

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Pombo Ducula / família Columbidae.

 Este é um pombo ornamental que encontrei no Parque das Aves, Foz do Iguaçu. Não consegui identificar bem a espécie, por isso vou deixar como ducula sp.

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Besouro-viola ou besouro-guitarrista Compsocerus violaceus

 Estes besourinhos aí pertencem à família Cerambycidae
Registrei eles em minha plantação de figueiras, e pelo que pesquisei suas larvas  pode causar vários estragos em plantas, árvores vivas  e também em madeiras.







Ocorre em todo o Brasil. É conhecido no Uruguai como ''guitarrerro'' pois faz um som parecido esfregando a perna em uma asa.


  Local do registro: Canguçu rs

domingo, 1 de outubro de 2017

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Cambacica ***Coereba flaveola (Linnaeus, 1758) ( RECOLHENDO NÉCTAR DE ÍBISCO


 Conhecida como mariquita, chupa-mel, til (Rio Grande do Norte) chiquita (Rio de Janeiro), sebinho (Minas Gerais), caga-sebo, cabeça-de-vaca (interior de São Paulo), sibite (Ceará), sebito e guriatã-de-coqueiro (Pernambuco), sebinho, papa-banana (Rio Grande do Sul), saí e tem-tem-coroado (Pará), sibito-de-manga (Maranhão), chupa-lima (Paraíba). Nos sistemas classificativos anteriores à taxonomia de Sibley-Ahlquist, a cambacica classificava-se numa família própria, Coerebidae.

 Se alimenta de Néctar, frutas e artrópodes. Para coletar alimento, em qualquer altura, agarra-se firmemente à coroa das flores e com o bico curvo e pontiagudo perfura o cálice, atingindo assim os nectários. Visita também as garrafas de água açucarada, destinadas a atrair beija-flores e comedouros de frutas para pássaros. Aprecia muito banana, mamão, jabuticaba , laranja e melancia, daí vem seu nome em inglês bananaquit. Fonte: Wikiaves



Local do registro:  Arroio do Moinho Canguçu/ RS



quarta-feira, 20 de setembro de 2017

(FALHA)Plantei sementes de acácia imperial mas nasceram cafezinho do mato!!


 Em uma de minhas idas a Pelotas RS, aqui pertinho me deparei com esta magnifica árvore,(imagem  wikipédia) muito linda,  carregada em flores.  Era em uma repartição pública, tinha ido acompanhar minha esposa em serviços burocráticos. Como nunca tinha visto algo assim, e sou muito curioso, fui logo tentar me informar com o guarda; se sabia da espécie, foi aí que me contou que várias pessoas levavam vagens para tentar fazer mudas. Fiquei muito interessado e recolhi algumas vagens também pra tentar fazer algumas mudas.
                                                             Bem, vamos lá!
Pesquisando na net descobri que as sementes tem a casca muito dura, e seria necessário romper a camada mais dura da semente, para a água poder chegar no núcleo e assim germinar.


As sementes além de duras estão protegidas por uma camada de resina, e o cheiro é muito agradável.



Estão aí as sementinhas 35,36 parece... Bom o segredo é romper a casca mais dura, para isso usei o esmeril.  Segurei a sementinha firme, e encostei um pouco, e pronto.. poderia ser com uma lima, pedra de afiar facas, mas achei o esmeril mais pratico.

Depois de feito o rompimento, é so colocar em um recepiente com água e deixar algumas boas horas. Eu deixei um dia e meio...quando observei que já tinha sinal de germinação retirei.


Peguei uns copinhos, coloquei terra do mato e enterrei uns 3 cm, bem raso.



Coloquei algumas em um baldão que tinha embaixo de uma árvore, por precaução...nunca se sabe!!


E aí esta!!   Uma esta dando sinal de vida!!  




Mais algumas....



As sementes que tinha colocado nos potinhos dentro da garagem, onde pegava um pouquinho de luz  solar, acabaram passando por alguns acidentes.  Algumas galinhas sem noção treparam no local em que estavam, e derrubaram tudo.. As  que coloquei no baldão, na rua, embaixo de algumas árvores que foram a salvação!!




 



"Me enganei feio!   Descobri, que as sementes que nasceram ERAM CAFEZINHO DO MATO, recolhi terra do mato, e esta aí!!  Mas vou tentar de novo, agora com substrato!!"

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Borboletinha azul e preta ** docoxopa laurentia (Macho)

Olhando assim parece ser uma borboleta grande, mas são pequenas.  Abaixo ela com as asas fechadas. Local do registro:  Canguçu RS ...