sexta-feira, 23 de maio de 2014

Corujinha - do -mato -jovem ***Megascops choliba (Vieillot, 1817)


Clique nas imagens para visualizar em tamanho grande

                                                                           RESUMO:
A corujinha do mato é uma ave Strigiforme da família Strigidae. Também conhecida como coruja-do-mato ou caburé de orelha (RN/PB).
Seu chamado mais característico é um piar acelerado ascendente, emitido com grande frequência no escureçer aproximadamente lá pelas 19:00 20:30horas, mas também é ouvida de madrugada como da 0:00 a 1:00 h. Imitado costuma se aproximar da fonte ou responde com mais intensidade . Menor que a coruja buraqueira, medindo cerca de 20, a 22 cm.
Destacam-se em sua silhueta duas ''orelhas'' nos lados da cabeça. Os olhos são amarelados destacados na parte cinza clara contornado com negro externamente.Peitos cinzas com rajados escuros e verticais sobre finas listras transversais. Dorso cinza amarronzado com bolas e rajas escuras. O juvenil sem as ''orelhas'' e os riscos escuros na plumagem como em outras corujas, aparece uma variação natural de exemplares adultos com plumagem marrom avermelhada no lugar de cinza.
Voa sem criar grandes turbulência , formadoras dos ruídos característicos do rufar das asas.
Com isso aproxima-se  da presa em silêncio, tendo-a  localizado
antes pela visão  ou através da audição apurada.
: www.wikiaves.com.br

''Esta ave foi muito legal de registrá-la, pois até hoje nunca havia observado este belíssimo espécime. Tudo começou este ano de 2014 no m~es de fevereiro, pois ouvi sons horríveis, parecia uma pessoa sendo estrangulada tentando respirar, bem perto de minha casa. Nas primeiras tentativas de aproximação não consegui nada, pois chegava perto do som sessava tudo, e era sempre ao anoitecer.   Depois de alguns dias consegui visualizar e gravar o som, e descobri  ser filhotes de corujinha do mato, desconhecidas pra mim até então.  Com o tempo consegui fazer várias fotos, com ajuda de minha esposa pois fotografar a noite é complicado, pois você tem que ter um ponto de luz pra poder focalizar se não nem pensar.. E ela me ajudou com uma lanterna.. Lembro que no dia do 1º registro a gente comemorou muito.
Consegui identificá-las através de uma gravação que coloquei pra tocar, elas vieram bem pertinho sendo possível assim fazer o registro.  Depois de alguns dias pude seguidamente escuta-las por várias noites seguidas, sendo que muitas vezes vários indivíduos cantavam em várias direções!   '' Elas são realmente  muito pequenas''.


''A 2º FOTO DE CIMA PRA BAIXO ONDE ESTÃO OS DOIS IRMÃOS, FOI A 1º FEITA, É POSSÍVEL PERCEBER AS PENAS NOVAS.. AS OUTRAS FOTOS FORAM FEITAS ALGUNS DIAS APÓS''

LOCAL DAS FOTOS:   Arroio do Moinho 1º Canguçu RS

Ouça aqui o chamado sinistro feito pelos jovens:http://www.wikiaves.com.br/1336575&p=1&tm=s&t=u&u=15488

OUÇA AQUI O CANTO QUE GRAVEI   DOS ADULTOS:http://www.wikiaves.com.br/1336686&p=1&tm=s&t=u&u=15488

ESTADO DE CONSERVAÇÃO:  Pouco preocupante


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Como fazer mudas de cássia-imperial (Cassia fistula, L.) (chuva de ouro) através de sementes

  Em uma de minhas idas a Pelotas RS, aqui pertinho me deparei com esta magnifica árvore,(imagem  wikipédia) muito linda,  carregada em f...