sábado, 17 de janeiro de 2015

Coruja-buraqueira ***Athene cunicularia (Molina, 1782)

Clique nas imagens para visualizar em tamanho grande
                                                                       RESUMO:
coruja-buraqueira (Athene cunicularia, anteriormente Speotyto cunicularia), também chamada caburé-do-campo,coruja-do-campocoruja-mineiracorujinha-buraqueira , corujinha-do-buraco , guedéurucueraurucureia e urucuriá. Recebe o nome de "buraqueira" por viver em buracos cavados no solo. Embora seja capaz de cavar seu próprio buraco, prefere os buracos abandonados de outros animais, como os dos tatus. É uma coruja terrícola e de hábitos diurnos, embora tenda a evitar o calor do meio-dia. Ocorre do Canadá à Terra do Fogo, bem como em quase todo o Brasil, mas com a exceção da  Amazônia. Tais aves chegam a medir até 27 centímetros de comprimento. Vivem, no mínimo, nove anos em habitat  selvagem e dez em cativeiro  Coloca geralmente de seis a doze ovos. Costumam viver em campos, pastos, restingas, desertos, planícies, praias,e aeroportos.. Os predadores documentados dessa coruja incluem texugos, serpentes e doninhas.

                                                            

                                                         características:
A coruja-buraqueira é pequena. Quando adulta, chega a medir de 23 centímetros a 27 centímetros e a pesar entre 170 e 214 gramas. Tem uma envergadura entre 53 e 61 centímetros. Tem a cabeça redonda, seus olhos são amarelos brilhantes, seu bico é acinzentado, as asas são, geralmente, marrons com várias manchas amarelas. Algumas de suas características, como cor dos olhos, bico e a altura, variam de acordo com a subespécie. Seus pés são longos e cinzentos, apropriados para andar geralmente marchando. Possui uma cauda curta. Sua visão e seus voos suaves são adaptados para caça. Enxergam cem vezes mais que o ser humano e também tem uma ótima audição Para observar alguma coisa ao seu lado, gira o pescoço em um ângulo de até 270 graus, aumentando assim o seu campo visual.
Ela tem que virar o pescoço, pois seus grandes olhos estão dispostos lado a lado num m.esmo plano. Essa disposição frontal proporciona à coruja uma visão binocular (enxerga um objeto com ambos os olhos e ao mesmo tempo). Isso significa que a coruja pode ver objetos em três dimensões, ou seja, com altura, largura e profundidade. Os olhos da coruja-buraqueira são bem grandes (em algumas subespécies de corujas, são até maiores que o próprio cérebro), a fim de melhorar sua eficiência em condições de baixa luminosidade, captando e processando melhor a luz disponível. Além de sua privilegiada visão, a buraqueira possui uma ótima audição, conseguindo localizar sua presa com apenas este sentido.  Fonte de pesquisa: www.wikipédia.com.br


Foto:  Enviada pelo colaborador Laudelino Moura Jr. Pinheiro Machado RS
''Esta espécie ocorre por aqui, Canguçu RS, só que ainda não tive a oportunidade de registrá-las!
Já as observei a alguns anos atrás, em campos em companhia de animais vacum, utilizavam como toca cupins velhos, abandonados.
SUBESPÉCIE:
ALIMENTAÇÃO:
HÁBITOS:
DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA ver tudo em:http://www.wikiaves.com.br/coruja-buraqueira
Ouça aqui o som da coruja buraqueira:http://www.wikiaves.com.br/coruja-buraqueira

ESTADO DE CONSERVAÇÃO:   Pouco preocupante

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Como fazer mudas de cássia-imperial (Cassia fistula, L.) (chuva de ouro) através de sementes

  Em uma de minhas idas a Pelotas RS, aqui pertinho me deparei com esta magnifica árvore,(imagem  wikipédia) muito linda,  carregada em f...