Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2013

Caraúna-de-cara-branca -- Plegadis chihi (Vieillot, 1817)

Clique nas imagens para visualizar em tamanho grande                                                                  RESUMO:   A caraúna -de-cara-branca (Plegadis chihi) é uma ave Pelecaniforme   da família Threskiornithidae. e da família Threskiornithidae.      Mede de 43 a 65 centímetros e pesa cerca de 610 gramas.  Plumagem     castanho-escura com lustro verde e purpúreo metálico no dorso,  asas, cabeça   e pescoço. Uma borda de pena branca cerca a pele facial que é de uma cor entre rosada e vermelha. As pernas são avermelhadas. A plumagem das costas e asas é marrom esverdeado apresentando fantástico e atraente reflexo verde, arroxeado ou avermelhado. A cauda é curta e tem as mesmas reflexões do dorso. A cabeça, pescoço e peito são um pouco mais claros e estriados de branco. A área orbital é livre de penas, revelando uma pele avermelhada. Os olhos são vermelhos. O bico muito longo, cor-de-rosa, é curvo. As pernas são de cor rosa. O macho na época de reprodução, apresenta a

Saci -- Tapera naevia (Linnaeus, 1766) (verão, tempo-quente,..)

clique nas imagens para ampliar                                                                              Resumo: O saci é uma ave cuculiforme da família Cuculidae. Tem algumas aves que são muito difícil de se registrar, e que nos marcam.. esta aí é uma delas. Esta ave tem uma história muito interessante.. Quando era gurizote lembro me do canto desta ave, um canto alto e triste de duas notas  ''pii-pii'', recordo que era no verão e normalmente em épocas de pouca chuva. Nunca consegui visualizá-lo  só sabia que.segundo informações populares tratava-se do ''tempo-seco'', e que segundo a crendice popular iria dar seca. Sempre comentava com a minha esposa que um dia eu gostaria de fotografar aquela ave que a tantos anos eu não ouvia mais cantar. O tempo passou,  mais precisamente 25 anos, aí quando menos esperava ouvi a sua famosa vocalização, peguei a câmera e saí pra conseguir o tão sonhado registro que só consegui após imita-lo,  pois dificilm

Vira-bosta-picumã -- Molothrus rufoaxillaris Cassin, 1866( chopim-picumã,chopim-azeviche)

                                                                                                                     RESUMO:  O vira-bosta picumã é um passeriforme da família icteridae. Conhecido também como chopim-picumã ou chopim-azeviche. Ave parasita igual ao seu parente( M. bonariensis),que também tem aqui no blog. O vira bosta-picumã  não faz ninho, sendo que põe seus ovos em ninhos de outras aves tais como: sabiá,  joão-de-barro, canário, asa-de-telha, até tico-tico, no qual já tive a oportunidade de observar. Esta ave tem um ponto interessante para poder identificá-la melhor em relação ao outro vira-bosta (M. bonariensis); o preto fosco, ..  já que o outro vira bosta tem um preto muito brilhoso, muitas vezes dependendo do ângulo e da luz , até um azul escuro intenso aparece. Como o ciclo reprodutivo desta ave é mais rápido, seu ovo quando posto em outros ninhos, acaba descascando antes e assim o filhote de vira bosta acaba derrubando os mais pequenos do ninho, f