Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

Príncipe jovem -- Pyrocephalus rubinus (Boddaert, 1783) (sangue-de-boi,papa-moscas-vermelho...)

Imagem
Clique nas imagens para ampliar                                                                              RESUMO: O príncipe é uma ave passeriforme da família Tyrannidae Recebe outros nomes comuns, além de príncipe. Na região pantaneira recebe o nome comum de Barão do Melgaço e indica a chegada próxima a festa de São João, no final de junho, quando é mais notado. Podendo ser chamado ainda no Município de Barão de Melgaço, assim como na maioria do Pantanal (poconé, cáceres) como São- Joãozinho.    É popularmente denominado de ''sangue de boi'' no Sul do Brasil,indicando por lá a chegada, por lá, no periodo em que o tempo esquenta, após o inverno. Também é conhecido como papa-moscas-vermelho.  www.wikiaves.com.br Ave também conhecida como Verão   e Sangue de Boi aqui no Sul. Se alimenta de insetos,  o macho durante o período reprodutivo  ganha uma coloração avermelhada ,sendo que após este período,  perde a coloração vermelha, e ganha penas marrons. A fêmea

Choca-de-chapéu-vermelho -- Thamnophilus ruficapillus Vieillot, 1816

Imagem
                                                                                                                                                 RESUMO:  A choca-de-chapéu-vermelho é uma ave Passeriforme da família Thamnophilidae . Mede  18 cm, alimenta-se de frutos e insetos. Mede 17 centímetros. Para a identificação, o píleo  do macho é rufo. O peito da fêmea é levemente barrado nos lados.  wikiaves.com.br Esta espécie de choca é comum aqui no RS, sendo que também a registros Santa Catarina, Paraná, São paulo, Mi nas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Tem um canto bem chamativo, creio que a maioria das pessoas já ouviram, mas não o viram.    Ave que adora estar  em caponetes fechados, matos de capoeira, tenho a observado sempre a pouca altura do solo, saltitando em galhos. Ocorre no Sul e Sudeste do Brasil.   LOCAL DAS FOTOS:  Arroio do Moinho 1º Canguçu RS                                      ESTADO DE CONSERVAÇÃO:     Pouco preocupante

Suiriri-cavaleiro --Machetornis rixosa (Vieillot, 1819) (ben-te-vi-do-gado,cavaleiro,suiriri do campo...)

Imagem
Clique nas imagens para ampliar                                                                          RESUMO:     Machetornis rixosa   (Vieil.) , conhecido popularmente como   bem-te-vi-do-gado ,   bem-te-vi-carrapateiro ,   suiriri-do-campo   ,   bem-te-vi-cabeça-de-estaca ,   bem-te-vi-de-coroa ,   bem-te-vi-coroa ,   cavaleiro   e   suiriri , é uma  espécie    de ave    da família  Tyrannidae.    É a única espécie do gênero   Machetornis . Pode ser encontrada nos seguintes países: Argentina, Bolívia, Brasil, Colombia, Panamá,Paraguai, Uruguai e Venezuela.                                                                  Esta ave é bem conhecida aqui no Sul do RS, sendo que  normalmente é visto no dorso de cavalos, bois, capinchos, etc... Também conhecido por bem-te-vi-cabeça-de-estaca, bem-te-vi-carrapateiro (BA), bem-te-vi-coroa, bem-te-vi-do-gado, cavaleiro, monta cavalo, suiriri, e suiriri do campo(RS) Mede cerca de 18 cm, se alimenta de parasitas de outros animais,

Saíra-viúva -- Pipraeidea melanonota (Vieillot, 1819)

Imagem
Clique nas imagens para ampliar                                                                          RESUMO:     A s aíra-viúva  m ed e entre 14 e 15 centímetros e pesa entre 18 e 25 gramas. O macho da espécie nominal apresenta inconfundível coloração azul-claro brilhante do alto da cabeça que se estende até a nuca. A face apresenta uma máscara ocular negra e garganta de coloração mais clara que as demais partes inferiores e pela coloração amarelo-ferrugíneo do peito ventre e crisso. O manto é preto, uropígio azul claro e retrizes centrais negras, as retrizes laterais são azuis. As asas apresentam alula na cor azul claro, coberteiras e rêmiges escuras com bordas de coloração azul cobalto. Olhos castanhos escuros. O bico é preto e os tarsos e pés são escuros. A fêmea da espécie nominal é bastante similar ao macho, mas apresenta a coloração do alto da cabeça que se estende até o manto na coloração azul esverdeado. Faixa supra ocular de coloração azul-claro que termina próxim

Gavião carrapateiro --Milvago chimachima (Vieillot, 1816)

Imagem
Clique nas imagens para ampliar                                                                  RESUMO: O Gavião carrapateiro é uma ave da ordem Falconiformes da família dos Falconídeos, que ocorre na América central ao norte do Uruguai e da Argentina e em todo o Brasil, onde é um dos gaviões mais conhecidos. A espécie possui cerca de 40 cm de comprimento, dorso marrom-escuro, cabeça, pescoço e partes inferiores branco amareladas, face nua e alaranjada, asas  longas, com nítida mancha branca, e cauda longa. É associado à pecuária, alimentando-se de carrapatos e bernes, além de lagartas cupins e outros ítens alimentares. Também conhecido pelos nomes de caracará-branco, caracaraí, caracaratinga, carapiné,chimango, gavião-pinhé,papa-bicheira, chimango-branco, chimango-carrapateiro, e chimango do campo. Mãe ou pai com  seu filhotão... Recebe o nome popular de carrapateiro por ser comumente observado alimentando-se de carrapatos ou bernes de bovinos e equinos. Esta espécie de

Andorinha-do-campo -- Progne tapera (Vieillot, 1817)

Imagem
clique na imagem para ampliar                                                                          RESUMO: Também conhecida como andorinha, chabo(Araraquara, SP),major, taperá e uiriri(AM). A andorinha do campo é uma ave passeriforme da família Hirudinidae. Mede cerca de 17,5 cm.. As aves dessa espécie são rigorosamente entomófagas, sendo um dos maiores consumidores de plâncton aéreo, comem cupins, formigas, moscas e abelhas. A espécie reproduz-se na amazônia e nidifica  no sul nos meses mais quentes. Aqui em Canguçu RS ainda não consegui fazer nenhum registro, embora elas estejam diariamente sobrevoando, planando em busca de alimentos.. Assim que conseguir com certeza postarei..! www.wikiaves.com.br   LOCAL DA FOTO:      Camaquã RS ESTADO DE CONSERVAÇÃO:   Pouco preocupante

Tapicuru-de-cara-pelada phimosus infuscatos (Lichtenstein, 1823) (maçarico-do-banhado...)

Imagem
Clique nas imagens para ampliar                                                                                                                                                           RESUMO:  O tapicuru-de-cara-pelada é uma ave Ciconiiforme da família Threskiomithidae.    Também conhecido por maçarico-de-cara-pelada, maçarico preto, maçarico-do-banhado (Sul) , chapéu-velho e frango d'água (Pantanal).  Wikiaves.com.br O tapicuru ( Phimosus infuscatus ) é uma espécie  de ave  da família Threskiornithidae.  É a única espécie do género  Phimosus . Mede de 50 à 54 cm de comprimento. Espécie inconfundível pela face sem penas e avermelhada, e pelo bico curvo amarelado ou avermelhado. A plumagem é preta esverdeada. Vive próximo de rios e alagados. A espécie ocorre especialmente em áreas úmida ou alagadas. A alimentação é de crustáceos, moluscos e matéria vegetal, como folhas e sementes, que procura em água rasa. Colocam ovos azulados que ficam encubados de 23 à 24 d

Garça-moura -- Ardea cocoi Linnaeus, 1766 (joão-grande, maguari,garça-parda...)

Imagem
 Clique nas imagens para ampliar                                                                                 RESUMO: A garça moura é também conhecida como maguari,socó-de-penacho,baguari, mauri(Amazonia), garça parda (Rio Grande do Sul), soco grande e João grande. A maior das garças do Brasil, tem uma envergadura de 1.80m. Costuma viver solitária fora do período reprodutivo. Encontrada em margens de rios, riachos onde se alimenta de sapos,  peixes,  caranguejos e moluscos..  www.wikiaves.com.br Com aproximadamente 125 cm e 1,80 m de envergadura é a maior garça  do Brasil. Possui a face   branca e preta, com o  loro  azul-claro. O resto do corpo é coberto por penas  azuis-cinzas e com manchas pretas na altura do flanco   e do abdômem  . Além disso, suas patas   são pretas e seu  bico  é amarelo. A ave alimenta-se de peixes, rãs, pererecas, caranguejos, moluscos e pequenos répteis. Captura presas de lugares mais fundos, os quais outras garças não conseguem alcançar.

Rolhinha-roxa--Columbina talpacoti (Temminck, 1811)

Imagem
Clique nas imagens para ampliar                                                                           RESUMO: Uma das primeiras espécies Brasileiras a se adaptar ao meio urbano, alimenta se basicamente de grãos. Reproduz o ano inteiro.Vivem em áreas abertas, o desmatamento facilitou a sua expanção..  Historicamente uma das primeiras espécies brasileiras a se adaptar ao meio urbano, ainda é a espécie nativa mais comum em boa parte das grandes cidades brasileiras. É curioso notar que costuma ser encontrada em maior quantidade em locais alterados pelo homem do que em seu próprio habitat original que são as áreas de cerrados e campos. Conhecida também como caldo-de-feijão, (rola)rolinha-caldo-de-feijão (PB), picuí-peão, rola, pomba-rola, rola-cabocla (CE), rola-grande, rola-roxa, rola-sangue-de-boi (PE e BA), rolinha, rolinha-comum, rolinha-vermelha, rolinha-juruti e pomba-café. Em várias áreas do Nordeste do Brasil o nome “rolinha-vermelha” é usado tanto para se referir a Co

Pombo doméstico -- Columba livia Gmelin, 1789

Imagem
Clique nas imagens para ampliar                                                                          Resumo: O pombo doméstico foi trazido para o Brasil quando teve início a colonização Portuguesa.  Considerada em vários Países como praga,..''ratos de asas'' ..mede 38 cm. Muito comum em praias, praças, alto de apartamentos... Recentemente 57 doenças eram catalogadas como transmitidas pelos pombos, tais como; histoplasmose, salmonela, criptococose..entre outras. Vive até 16 anos, ave originária da Africa, e Eurásia. O adulto mede em média entre 32 e 37 cm de comprimento com uma envergadura variando entre 64 e 72 cm.   Tem uma cabeça cinza-azulada e escura, tendo pescoço e o peito com tons amarelados brilhantes e penas das asas com manchas verde e vermelho-púrpura. A íris é laranja, vermelho ou dourado com um anel pálido interno, e o olho é cinza-azulado. A fêmea adulta é quase idêntica ao macho, mas a iridescência no pescoço é menos intensa e mais restrit