Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Tiriba-de-testa-vermelha-(bando) ***Pyrrhura frontalis (Vieillot, 1817)

Clique na imagem para visualizar em tamanho grande RESUMO:       Pyrrhura frontalis ,  popularmente conhecido como  tiriba ,  tiriva ,  tiribaí ,  tiribinha ,  fura-mato ,  periquito-tapuia ,  cara-suja  e  tiriba-de-testa-vermelha , é uma ave  florestal encontrada do estado brasi leiro da Bahia   ao estado do Rio Grande do Sul,  bem como no Uruguai, Paraguai e Argentina.  Tais aves chegam a medir até 27 cm de comprimento, com região auricular parda e face branca, fronte, abdome e inferior da cauda vermelhos. Mede cerca de 27 cm de comprimento. São verdes, inclusive as bochechas, com a zona auricular pardacenta. Fronte, abdômen   e face inferior da cauda de cor vermelho. Região perioftálmica  branca assim como a cara. Não possui diferenças externas aparentes entre machos e fêmeas.  Fonte: wikiaves.com.br e wikipédia. Local do registro:            Arroio do Moinho 1º Canguçu RS ''Eu tenho observado que esta ave vem se adaptando muito bem a perda de habitat, já que

Batuíra-de-coleira *** Charadrius collaris Vieillot, 1818

RESUMO: A Batuíra-de-coleira é uma ave   Charadriiforme  da família  .charadriidae. Também conhecida como Batuíra-da-costa. Chamado de manuelzinho-da-croa na obra  Grande Sertão - Veredas:  de Guimarães Rosa: Mede cerca de 15 cm de comprimento. O nome popular refere-se provavelmente a uma coleira   negra na parte mediana da plumagem. Aliás, visualmente, essa ave tem cores que pendem para o ferrugíneo nas partes superiores, sem branco na nuca. O bico  é preto e as pernas, altas, são róseas-claras. É localmente comum em praias arenosas de grandes rios, na orla marítima, lamaçais e, com menos freqüência, em campos com gramíneas baixas. Vive geralmente aos pares durante todo o ano, embora possa haver vários em uma mesma praia. Conhecida também como batuíra-da-costa em função de aparecer também na orla marítima, ela é avistada também longe da água. Até porque aprecia a vegetação pioneira. Fonte: www.wikiaves.com.br ''Esta avezinha muito simpática foi registrada aqu

Beija-flor-de-topete (fêmea) *** estephanoxis lalandi (vieillot, 1816)

Clique na imagem para visualizar em tamanho grande RESUMO: O beija-flor-de-topete é uma ave Apodiforme da família Trochilidae.  O  corre do Espirito Santo e Minas Gerais  ao Rio Grande do Sul.  Encontrado também no Paraguai e norte da Argentina Mede cerca de 5 cm, de comprimento. O macho adulto apresenta um topete verde com penacho comprido mais escuro, ventre cinza claro com uma mancha grande azul. Aves do Sul do Estado de São Paulo e para o sul apresentam topetes azuis.  ''Beija flor desconhecido pra mim, não conhecia até então  esta espécie.  Ha princípio só conseguia ouvir um canto fino que vinha do meio de capoeiras, macega... mas nunca conseguia visualizar o autor. Vários dias se passaram até que para minha surpresa encontrei os mesmos sons e percebi estes minúsculos,em uma tremenda festa em meio  um emaranhado de arbustos.   Provavelmente estavam no período reprodutivo, pois faziam altas perseguições , uns aos outros!   Agora sim  percebi os locais preferi

Gavião - do - banhado *** Circus buffoni (Gmelin, 1788)

Clique para ampliar RESUMO: O  gavião-do-banhado   ou   tartaranhão-do-brejo   ( Circus buffoni ) é é um gavião    paludícola da  família   Accipitridae .Também conhecida como gavião-do-alagado. Gavião em estado de extinção no sudeste do país pela perda de habitat.  Mede de 46 a 60 cm de comprimento. Inconfundível ave paludícola de asas e cauda extremamente compridas. ALIMENTAÇÃO : Caça anfíbios, mamíferos, pássaros chocando no ninho com seus ovos e filhotes e outros pequenos animais. Consta que consome ovos de outras aves voando sobre áreas úmidas paludosas como o gavião-cinza (Circus cinereus). Foi observado consumindo ovos da marreca-de-cabeça-preta (Heteronetta atricapilla). Até captura o quiriquiri (Falco sparverius) em áreas campestres, começando a devorá-lo pela cabeça. Caça em bandos esparsos (no caso 3) nos amplos banhados do Depto de Rocha. Planam a meia altura (de 1 a 5m), com movimentos de asa elegantes que serviam mais para corrigir o voo. Concentram-

Tiziu - (jovem) ***Volatinia jacarina (Linnaeus, 1766)

Clique nas imagens para ampliar RESUMO : O tiziu é uma ave passeriforme  da Família Traupidhae. . Conhecido também como tizirro, saltador, veludinho, papa-arroz, bate-estaca (Rio de Janeiro), serrador, serra-serra e alfaiate. Tem cerca de 11,5 centímetros de comprimento. O macho é todo preto com brilho azul-metálico, exceto por uma pequena mancha branca na parte inferior das asas. A fêmea é marrom-oliva na parte superior, amarelo-amarronzado na inferior, com o peito e laterais estriados de escuro. Fêmeas e imaturos são quase idênticos a várias outras espécies da família, especialmente às fêmeas dos papa-capins.  Fonte: www.wikiaves ''Esta foto dele pulando eu consegui depois de muito treino no modo manual, as primeiras sempre ficavam borradas, mas fui ajeitando o iso aqui, a velocidade do obturador exata, e consegui esta foto digna de uma câmera profissional. (Já que uso no blog uma semi) Ave jovem, quase adulta, tem umas peninhas brancas no pescoço ainda.