Pular para o conteúdo principal

Corujinha-do-mato *** Megascops choliba (Vieillot, 1817) (se alimentando de mariposas)

Clique na imagem para exibir tamanho grande
RESUMO:
 A corujinha-do-mato tem o seu  chamado mais característico acelerado, ascendente, emitido com grande frequência no escurecer aproximadamente lá pelas 19:00 e 20:30, mas também é ouvida de madrugada como a 0:00 e 1:00. Imitado, costuma aproximar-se da fonte ou responde com mais intensidade. Menor do que a  coruja-buraqueira , medindo entre 20 a 22 centímetros e pesando entre 97 e 160 gramas. Destacam-se em sua silhueta as duas “orelhas” nos lados da cabeça. Os olhos são amarelados destacados na face cinza clara, contornada por negro externamente. Peito cinza com rajados escuros e verticais sobre finas listras transversais. Dorso cinza amarronzado com bolas e rajas escuras. O juvenil sem as “orelhas” e os riscos escuros na plumagem. Como em outras corujas, aparece uma variação natural  de exemplares adultos com plumagem marrom avermelhada no lugar do cinza.
Voa sem criar grandes turbulências, formadoras dos ruídos característicos do rufar de asas. Com isso, aproxima-se da presa em silêncio, tendo-a localizado antes pela visão ou através da audição apurada.

A corujinha-do-mato é uma ave strigiforme  da família Strigidae. 
Fonte: www.wikiaves.com.br

LOCAL DO REGISTRO: Arroio do Moinho 1º Canguçu RS

Jovens  chamando por comida , ouça no link:
''Corujinha muito simpática, bem comum aqui em nosso Município. Pude observar com mais frequência o seu aparecimento no verão, que é quando reproduzem. Elas adoram ficar a beira de um ponto que tenha uma luz forte, pois ali se aproveitam dando rasantes e capturando mariposas e outros insetos que vem na luz.
Estas fotos que fiz foram diante de um refletor que tenho no canto da casa.
No começo de minhas observações fiz  uma gravação muito interessante de jovens esperando os pais que traziam
comida:''



ESTADO DE CONSERVAÇÃO:
 Pouco preocupante 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que o urubu fica horas pousado com as asas abertas?

Pessoal eu cheguei nesta mesma pergunta!! A um tempinho já que este comportamento vem me a cutucar a curiosidade.  E como sou curioso por demais fui atras de informações sobre este comportamento .  Conversando com um, com outro, cada um tinha uma opinião. Alguns mais antigos, como pais,  avós, tinham suas crenças, e todas relacionadas ao tempo. Segundo eles, quando estão  assim, vem chuva , ou estão com calor, igual as galinhas, que também abrem as asas quando esta muito quente.   Mas será que tem algum sentido esta teoria deles?  Eu tirei minhas próprias conclusões a respeito, e já que no momento não achei nada específico sobre o assunto arrisquei alguns palpites! " Lembrando que são apenas especulações sobre o fato."  A ave esta  marcando o seu território; talvez mostrando alguma  agressividade a outras aves que passam perto. Recarregando suas baterias ,ou refrescando-se. Muitas aves necessitam de um aquecimento para iniciarem suas atividades

Veja como é o ninho e os ovos da pomba juriti-pu-pu*** Canguçu RS

 A autora deste ninho aí t em 29 centímetros de comprimento e pesa entre 160 e 215 gramas. Sua plumagem é marrom, com  peito  claro, cabeça cinzenta com alguns reflexos metálicos na nuca e alto dorso. Quando em voo é possivel notar uma coloraçao vermelho ferrugem em baixo das asas. Possui, ainda, uma coloração azulada ao redor dos olhos . Muito arisca logo voa e se esconde, sendo que na maioria das vezes notamos sua presença pelo canto característico que é melancólico e repetitivo: “pu… puuu”, cujo som deu origem a seu nome popular. Fonte: wikiaves Ajude o blog clicando em um anúncio! obg

(FALHA)Plantei sementes de acácia imperial mas nasceram cafezinho do mato!!

  Em uma de minhas idas a Pelotas RS, aqui pertinho me deparei com esta magnifica árvore,(imagem  wikipédia) muito linda,  carregada em flores.  Era em uma repartição pública, tinha ido acompanhar minha esposa em serviços burocráticos. Como nunca tinha visto algo assim, e sou muito curioso, fui logo tentar me informar com o guarda; se sabia da espécie, foi aí que me contou que várias pessoas levavam vagens para tentar fazer mudas. Fiquei muito interessado e recolhi algumas vagens também pra tentar fazer algumas mudas.                                                              Bem, vamos lá! Pesquisando na net descobri que as sementes tem a casca muito dura, e seria necessário romper a camada mais dura da semente, para a água poder chegar no núcleo e assim germinar. As sementes além de duras estão protegidas por uma camada de resina, e o cheiro é muito agradável. Estão aí as sementinhas 35,36 parece... Bom o segredo é romper a casca mais dura, para isso usei o es