Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

Arara-canindé *** Ara ararauna (Linnaeus, 1758) _Blue-and-yellow Macaw_

A  arara-canindé  ( Ara ararauna ,  Linnaeus,   1758), também conhecida como  arara-de-barriga-amarela ,  arari ,  arara-amarela ,  arara-azul-e-amarela ,  araraí  e  canindé  , é uma das mais conhecidas representantes do gênero Ara  sendo uma das espécies emblemáticas do  cerrado   brasileiro e importante para muitas comunidades indígenas.  É muito apreciada como animal de estimação. Ocorre da  América Central  ao Brasil, Bolívia  e Paraguai.   Os indivíduos desta espécie pesam cerca de 1,1 quilogramas e chegam a medir até noventa centímetros de comprimento, com partes superiores azuis e inferiores amarelas, alto da cabeça verde, fileiras de penas faciais negras sobre o rosto glabro e branco, olhos de íris amarela e garganta negra. Têm uma longa cauda triangular, asas largas, um bico escuro grande e forte e as típicas patas zigodáctilas dos psitacídeos, com dois pares de dedos opostos, o que lhes dá grande destreza para escalar árvores e manipular os alimentos. Seu grito típico é

Beija-flor-de-papo-branco *** Leucochloris albicollis (Vieillot, 1818) **CANTO/VOCALIZAÇÃO**

Seguidamente encontro este provável macho vocalizando sempre no mesmo lugar, acredito estar marcando território, ou tem um ninho por perto. Vídeo abaixo: LOCAL DO REGISTRO:   Arroio do Moinho 1º Canguçu RS                                                                A LENDA DO BEIJA-FLOR Existiam duas tribos morando à beira de um rio: uma tribo maior e uma tribo menor. A tribo menor plantava e pescava com muito afinco e, com isso,começou a ter mais peixe e maior abundância de alimentos. Isto gerou inveja na outra tribo, que começou a hostilizar seus vizinhos, primeiro com palavras, depois com gestos e por fim declararam guerra àqueles que, mesmo em menor número, eram mais trabalhadores e eficientes.  Indiferente a estas questões, dois jovens se enamoraram, porém cada qual pertencia a

Ararajuba *** Guaruba guarouba (Gmelin, 1788) ** AMEAÇADA DE EXTINÇÃO **

 A ARARAJUBA também é  Conhecida como guaruba, guarajuba e tanajuba. Guaruba e ararajuba. Mede cerca de 34cm. de comprimento. A ararajuba apresenta as cores da bandeira brasileira (amarela com as pontas das  asas   verdes), por isso é considerada a melhor alternativa para ser escolhida como Ave Nacional. Procura árvores altas e ocas para construir seus ninhos , dentro de uma câmara profunda que impeça a ação de predadores  como os tucanos. Nesse local, colocam de dois a três ovos  que são incubados  por aproximadamente 30 dias, não somente pelos pais, mas também por outros indivíduos do  bando  . Esses “ajudantes” colaboram ainda no cuidado com os  filhotes  até que se tornem adultos. Habita a copa de florestas úmidas altas. É bastante social, inclusive no período reprodutivo , vivendo em bandos   de 4 a 10 indivíduos. É justamente nas áreas de ocorrência da espécie,  que se verificam os mais altos índices de desmatamento na Amazônia   para formação de pastagens. Dessa forma, a

Curica *** Amazona amazonica (Linnaeus, 1766) >Orange-winged Parrot

RESUMO:   Conhecida também como papagaio-do-mangue, aiuru-curuca, kuritzaká (nome indígena - Mato Grosso), curau (Mato Grosso), papagaio-grego, aiurucatinga, ajurucatinga, ajurucurau, ajurucuruca, curuca, encontros-verdes e papagaio-poaieiro. É conhecido como papagaio-do-mangue na costa, por  habitar   essa formação. Provavelmente, esse foi a espécie de papagaio primeiro observada pelos portugueses ao chegarem na costa brasileira, sendo muito freqüente nas aldeias indígenas para uso de suas penas na arte plumária. Não está classificada em nenhuma categoria de ameaça  a nível global, embora seja a segunda mais perseguida pelo  tráfico  , do seu gênero. De porte um pouco menor ao do  papagaio-verdadeiro.Como características mais marcantes para separar as duas espécies, possui o espelho  e a marca da cauda de cor laranja, ao invés de vermelho. O bico é amarelado na base, com o restante cinza escuro. Menos cabeçudo em proporção ao corpo, o adulto possui o alto da cabeça, parte da car

Murucutu - (filhotão) *** Pulsatrix perspicillata (Latham, 1790)>Spectacled Owl

RESUMO: Mede entre 43 e 52 centímetros, e pesa entre 500 e 1250 gramas. Esta grande amplitude de peso é devido as várias subespécies. Corujão sem “orelhas”, face com desenho branco puro, (ao contrário da  P. koeniswaldiana ),  peito  com uma fita parda, barriga uniforme branca ou amarela, íris alaranjada ou amarela. Filhote de penugem branca, disco facial preto. Conhecido também como corujão, coruja-de-garganta-preta, coruja-do-mato, bate-caixão (Ceará) e mocho-mateiro. Tem uma lista ampla de espécies  predadas  , que vai desde insetos, anfíbios, répteis, pequenos mamíferos ( incluindo morcegos) e aves. Comum em florestas altas,  capoeiras e florestas  de galeria, embora seja visto apenas eventualmente. É principalmente noturno, podendo entretanto estar ativo durante dias nublados. Descansa a alturas variáveis entre 2 m e o topo da copa. Presente em todo o Brasil, sobretudo na Amazônia. Encontrado também do México à Bolívia, Paraguai e Argentina. Possui seis subespécies, font

Choca-de-chapéu-vermelho ***Thamnophilus ruficapillus Vieillot, 1816 >

 RESUMO: A choca-de-chapéu-vermelho mede 17 centímetros. Para a identificação, o  píleo  do macho é rufo. O peito da fêmea é levemente barrado nos lados. Alimentação baseada em frutos e insetos. Encontrado em matas secundárias ralas, capoeiras em regeneração, campos de altitude e áreas semiabertas, adaptando-se bem em áreas de influência antrópica. "A choca-de-chapéu-vermelho é uma ave  passeriforme   da família  Thamnophilidae. Fonte de pesquisa: wikiaves  Ave bem comum por aqui, não aparece muito.  Sempre escondida em vegetação mais baixa, (capoeirais, bordas de matas...) Nestes registros acima pude observá-la se alimentando de formigões, em breve postarei o vídeo..  abaixo a primeira filmagem dela vocalizando." ESTADO DE CONSERVAÇÃO:   Pouco preocupante Local dos registros:   Arroio do Moinho 1º Canguçu RS                                    CHOCA-DE-CHAPÉU-VERMELHO VOCALIZANDO