Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2016

Por que o urubu fica horas pousado com as asas abertas?

Imagem
Pessoal eu cheguei nesta mesma pergunta!! A um tempinho já que este comportamento vem me a cutucar a curiosidade.  E como sou curioso por demais fui atras de informações sobre este comportamento .  Conversando com um, com outro, cada um tinha uma opinião. Alguns mais antigos, como pais,  avós, tinham suas crenças, e todas relacionadas ao tempo. Segundo eles, quando estão  assim, vem chuva , ou estão com calor, igual as galinhas, que também abrem as asas quando esta muito quente.   Mas será que tem algum sentido esta teoria deles?  Eu tirei minhas próprias conclusões a respeito, e já que no momento não achei nada específico sobre o assunto arrisquei alguns palpites! " Lembrando que são apenas especulações sobre o fato."  A ave esta  marcando o seu território; talvez mostrando alguma  agressividade a outras aves que passam perto. Recarregando suas baterias ,ou refrescando-se. Muitas aves necessitam de um aquecimento para iniciarem suas atividades

Casal de saracuruçu *** Aramides ypecaha (Vieillot, 1819)

Imagem
  RESUMO: As saracuras do género  Aramides  são aves de médio porte, de trinta a 45 centímetros de comprimento. Têm pescoço relativamente comprido e patas longas, de cor vermelha. Os dedos são fortes e longos, bem afastados entre si e terminam em pequenas garras. A plumagem é variável de espécie para espécie, mas todas têm o dorso verde-azeitona e a cauda curta de cor preta. Os olhos são grandes e vermelhos e o bico é amarelo-esverdeado. São aves de hábitos terrestres, mas com forte ligação a ambientes alagados, como banhados, manguezais e riachos. Preferem fugir de eventuais perigos correndo pela vegetação, em vez de voar. Quando se deslocam, mantêm a cauda curta erecta. Normalmente, dormem e nidificam em arbustos. O seu canto é estridente e pode ser ouvido em duetos ao amanhecer e entardecer ou antes das chuvas.  wikipédia    "Eu tenho acompanhado este  macho de saracuruçu a algum tempinho já, apareceram aqui em casa em um açude.  Ficou um bom tempo sozinho vocal

*** CIPÓ -DE-LEITE - Oxypetalum pannosum ***

Imagem
FOTO: Jederson Schwanz   Canguçu/RS Esta espécie acabei fotografando  meio que no instinto, a alguns anos atrás sempre ouvia relatos dos mais antigos sobre uma erva que matavam os animais, (mais precisamente os vacuns) quando ingeridas, e o nome popular que sempre ouvi era o tal "timbó", mas nunca pude ver a tal erva.  Mandei a foto para amigos mais entendidos no assunto, e esta aí o cipó-de-leite.   O assunto ainda segue a respeito da toxidade da planta, tem todo jeito de ser a tal erva que mencionavam os mais antigos. FAMÍLIA: Apocynaceae OCORRÊNCIA NO RS: Nativa FLORESCE: Janeiro FRUTIFICA: Fevereiro a Março ESPÉCIE: Oxipetalum pannosum   Decne                                    CRÉDITOS DA IMAGEM: João Augusto Bagatine   /  Flora Digital Rio Grande do Sul Trepadeira lactescente; folhas opostas aveludadas nas duas faces, simples, subcoriáceas, base cordada e ápice agudo, 5-6 cm de comprimento por 1,5-2 cm de largura; inflorescência axilar

*** ARAÇA-VERMELHO Psidium cattleianum Sabine 1821***

Imagem
                 ***     ARAÇA-VERMELHO   Psidium     cattleianum  Sabine 1821***                                                                                                                       Araçá-rosa ,  araçá-amarelo ,  araçá-vermelho ,  araçá-de-comer ,  araçá-comum ,  araçá-de-coroa ,  araçá-da-praia ,  araçá-do-campo ,  araçazeiro ,  araçaeiro  ou simplesmente  araçá  é uma   árvore   da espécie  Psidium cattleianum , da família Myrtaceae.                   Pequena árvore não pioneira, com altura máxima de 9 metros e copa rala. Perenifólia,  vive em ambientes úmidos e iluminados, não sendo encontrada no interior da  mata primaria. O tronco tortuoso tem casca lisa que descama em placas finas. As folhas são coriáceas e glabras, com até 10 cm de comprimento. As flores são axilares, solitárias, brancas. Floresce de junho a dezembro. Os frutos amadurecem de setembro a março. Os  frutos são  bagas  arredondadas, verdes ou amarelados (há variedades vermelhas), cor

Ninho de guache *** Cacicus haemorrhous (Linnaeus, 1766)

Imagem
 A foto não ficou das melhores, mas da para se ter uma noção de como eles fazem o ninho. Mesmo estilo do tecelão, veja bem abaixo na pág.                                  Acredito que sejam parentes próximos, pois o bico os olhos as manchas nas penas são bem peculiares.                         *Acima os donos e seus respectivos ninhos, abaixo o ninho do tecelão. Ninho de tecelão tecelão                                              Observe como as aves são parecidas! LOCAL DAS FOTOS:  Guache  Cacicus haemorrhous : Foz do Iguaçu                                       Tecelão Cacicus chrysopterus : Arroio do Moinho Canguçu.

Filhotões de tesourinha curtindo uma chuvinha***Tyrannus savana Vieillot, 1808

Imagem
  RESUMO: A tesourinha é uma ave Migratória   inconfundível, onde passa em grupos de até centenas de indivíduos, em concentrações típicas nos meses de setembro e outubro. Dormem em uma mesma árvore ou árvores próximas quando estão migrando, seja em áreas naturais, seja em áreas urbanas. Também conhecida como tesoura, tesoureira e tesourinha-do-campo. Hábitos  alimentares  como o do suiriri,  com grande consumo de frutos no período de migração.  Dispersa   os frutos da erva-de-passarinho no cerrado, com sua característica semente onde um pé adesivo ressalta-se. A polpa envolvente é uma das fontes principais de abastecimento na migração para o norte, mas como não ingere a semente, limpa o bico nos galhos, deixando presa a semente da próxima erva-de-passarinho. Frutos podem ser vistos em fios e arames, resultado dessa limpeza do bico. Em vôo, consegue uma enorme destreza, alterando direção com facilidade, em perseguições mútuas ou à presa (insetos). Apesar de migrarem em g

Sabiá - una ***cantando muito, com (eco natural) Turdus flavipes Vieillot, 1818

Imagem

Gavião real / harpia ** Harpia harpyja (Linnaeus, 1758) ***QUASE AMEAÇADA***

Imagem
  RESUMO: O gavião-real é uma águia enorme, a mais poderosa do planeta! Mede entre 90 e 105 centímetros de comprimento e apresenta uma envergadura de mais de 200 centímetros. Ambos os sexos são semelhantes, mas a fêmea é bem maior. Seu peso varia entre 4 e 4,8 quilogramas para o indivíduo do sexo masculino e entre 7,6 e 9 quilogramas para indivíduos do sexo feminino. Os adultos apresentam partes superiores na cor cinza escuro. As asas são largas, relativamente curtas e arredondadas. A cauda longa é barrada de branco e apresenta a ponta arredondada. As partes inferiores são brancas, com exceção de uma faixa cinza escura no peito. As coxas são brancas finamente barradas de preto. A cabeça é cinza, mais pálida do que as demais partes superiores, com uma coloração cinzenta conspícua. Apresenta uma bela crista erétil com penas de diferentes tamanhos na porção occipital da cabeça. O bico em forma de gancho é robusto e de coloração cinza escura e apresenta a cere cinza escura quase pret

Saíra viúva - cantando (VÍDEO) *** Pipraeidea melanonota (Vieillot, 1819) Fawn-breasted Tanager

Imagem

Urubu-de-cabeça-amarela *** Cathartes burrovianus Cassin, 1845 ( Limpando um espinhaço de cobra)

Imagem