Pular para o conteúdo principal

Quadrinhos/faroeste




































































































  















































































































                      
                           

                     
                

 















                                                                      Heterogomphus sp









                                      ***   CIGARRA ***

              Cicadoidea é uma superfamília da ordem Hemiptera,



                                                Um pouquinho sobre a cigarra...
Existem mais de 1 500 tipos diferentes de cigarra. Já foram detectados exemplares com desde vinte milímetros até 130 milímetros de comprimento. Normalmente, são encontrados em regiões de florestas tropicais, mas também podem ser encontrados em outros tipos de vegetações.
No compartimento interno da barriga do macho, desenvolvem-se os músculos e os elementos que soltam o som do canto da cigarra, que serve para atrair a fêmea. Além disso, ele também canta quando é atacado ou capturado por inimigos naturais.
De outro lado, o compartimento da barriga da fêmea fica lotado de ovos e a parte traseira desenvolve-se como ovulador.
A cigarra é um inseto de metamorfose incompleta (Hemimetabolismo)OvoNinfa→Inseto adulto
  • Fêmeas põem seus ovos e morrem logo depois. Os ovos eclodem.
  • Os insetos jovens (ou "ninfas") caem no chão e entram na terra.
  • As ninfas vivem na terra por 1 a 17 anos (depende da espécie) se alimentando da seiva de raízes.
  • Depois desse período, elas cavam túneis, sobem nas árvores e sofrem uma metamorfose, a ecdise 
As cigarras masculinas começam a cantar com um ruído zumbindo agudo, alto para atrair fêmeas. As fêmeas também fazem um pequeno som mas bem baixo. As cigarras masculinas cantam vibrando as membranas no lado de baixo do primeiro segmento abdominal. As cigarras masculinas são também capazes de fazer um grito alto quando perturbadas. Acredita-se que tal grito pode ser eficaz em determinados predadores. Fonte: wikipédia






___________________________________________________________________________________
                                                                      


                                                                                                                        ***Família:Cerambycidae***




                                    Besouro-serrador (SERRA-PAU)











Os coleópteros, mais conhecidos como besouros ou escaravelhos são insetos pertencentes à ordem Coleoptera. Estes animais são caracterizados principalmente pelo par de asas anterior endurecido, conhecidas como élitros. A ordem Coleoptera é a que tem maior número de espécies dentre todos os seres vivos - cerca de 350 mil - sendo portanto o grupo animal mais diverso que existe. Dentre os seus representantes mais conhecidos estão as joaninhas, os rola-bosta, os gorgulhos e os besouros serra-pau.

Dentro da família dos cerambicídeos, a maioria das espécies alimenta-se, na fase larval, de madeira em diferentes estágios de decomposição. Algumas larvas comem madeira recém-abatidae portanto a mãe precisa cortar um galho para em seguida nele introduzir os ovos.
Os membros da família dos cerambicídeos, que conta com cerca de 30 mil espécies no mundo e 4 mil no Brasil, são facilmente reconhecíveis pelas antenas bastante alongadas, em geral maiores que o corpo. Na fase adulta, esses besouros têm vida curta, suficiente apenas para copular e realizar a postura. Em compensação, o ciclo larval de algumas espécies chega a durar entre dois e três anos.
Distribuição geográfica
Ocorre nos estados de Mato Grosso, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul.








local do registro:  Arroio do MOinho Canguçu RS









                            ** MARIPOSA VESPA**



                          Não foi  possível ainda uma identificação, confiável. Palpite meu!



--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------





                                                            ***JOANINHA  ***    





                                Família:Coccinellidae

                                                                    








Joaninha é o nome popular dos  insetos  coleópteros da família Coccinellidae. Os cocinelídeos possuem corpo semiesférico, cabeça pequena, 6 patas muito curtas e asas membranosas muito desenvolvidas, protegidas por uma carapaça quitinosa   que geralmente apresenta cores vistosas. Podem medir de 4 a 8 milímetros, vivendo até 180 dias. Como os demais coleópteros, passam por uma  metamorfose completa durante seu desenvolvimento; seus ovos eclodem em 1 semana e o estágio larval é de 3 semanas, durante o qual o inseto já apresenta a mesma alimentação do adulto (imago). As larvas, geralmente, tem corpo achatado e longo, com tubérculos ou espinhos e faixas coloridas ao seu longo. Possui duas antenas que servem para sentir o cheiro e o gosto. Há cerca de 4500 espécies na família, distribuídas por 350 gêneros, distinguíveis pelos padrões de cores e pintas da carapaça.
As joaninhas são predadores no mundo dos insetos e alimentam-se de  afídios, moscas da fruta, piolhos da folha e outros tipos de insetos, a maioria deles nocivos para as plantas. Uma vez que a maioria das suas presas causa estragos às colheitas e plantações, as joaninhas são consideradas benéficas pelos agricultores. Apesar da grande utilidade, estes insetos sofrem ameaça dos  agrotóxicos utilizados pelos agricultores em suas plantações, embora a maioria das espécies não seja considerada como ameaçadas.





__________________________________________________________________________________

                                                         
                                                
                                               

                                            Besouro-da-roseira     Rutela lineola

                                                     FAMÍLIA: SCARABAEIDAE








Adultos se alimentam de flores e madeira em decomposição. As larvas são xilófagos (isto é, se alimentam da polpa da madeira) e geralmente são encontradas dentro de troncos em decomposição.


Classe: Insecta 
Ordem: Coleoptera 
Subordem: Polyphaga 
Infraordem: Scarabaeiformia 
Superfamília: Scarabaeoidea 
Família: Scarabaeidae



Esta espécie ocorre no Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Colombia e  Peru.





Fonte de pesquisa:http://www.ra-bugio.org.br/ver_especie.php?id=543










                                                     ***     Mariposa   ***



                                                 ROTCHILDIA HOPFFERI


Esta primeira foto foi feita antes, parece que o indivíduo tem alguns pedaços faltando nas asas, o mais debaixo foi feito em um intervalo de  cinco dias mais ou menos..




                                             LOCAL DO REGISTRO: Canguçu RS










                                                      
                                 Dirphia dolosa (Saturniidae, Hemileucinae)                                                         















                                  Automeris inornata (Walk., 1855)






                                                          
                                          



                           FAMÍLIA : SPHINGIDAE

                                                     Mariposa  Manduca florestan      




























                Esperança-líquen *** Dysonini Phaneropterinae






















                            Esperança Scaphura sp


                                                        Ninfa de esperança ao estágio adulto:





Acompanhei um pouco do desenvolvimento desta ninfa de esperança do gênero scaphura em um pé de feijão gandu.
Nesta última foto é possível ver o esperma que o macho carrega junto.











Mallodon spinibarbis, cerambycidae,prioninae,fêmea










                                                      


               Família Mantispidae 

                            (Neuroptera) 

                        Zeugomantispa










                               FAMÍLIA:   Rhopalidae

                                      Percevejo jadera









                 Borboletinha azul e preta  Docoxopa laurentia 
  
                                   Família:   Nymphalidae 





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Por que o urubu fica horas pousado com as asas abertas?

Pessoal eu cheguei nesta mesma pergunta!! A um tempinho já que este comportamento vem me a cutucar a curiosidade.  E como sou curioso por demais fui atras de informações sobre este comportamento .  Conversando com um, com outro, cada um tinha uma opinião. Alguns mais antigos, como pais,  avós, tinham suas crenças, e todas relacionadas ao tempo. Segundo eles, quando estão  assim, vem chuva , ou estão com calor, igual as galinhas, que também abrem as asas quando esta muito quente.   Mas será que tem algum sentido esta teoria deles?  Eu tirei minhas próprias conclusões a respeito, e já que no momento não achei nada específico sobre o assunto arrisquei alguns palpites! " Lembrando que são apenas especulações sobre o fato."  A ave esta  marcando o seu território; talvez mostrando alguma  agressividade a outras aves que passam perto. Recarregando suas baterias ,ou refrescando-se. Muitas aves necessitam de um aquecimento para iniciarem suas atividades

(FALHA)Plantei sementes de acácia imperial mas nasceram cafezinho do mato!!

  Em uma de minhas idas a Pelotas RS, aqui pertinho me deparei com esta magnifica árvore,(imagem  wikipédia) muito linda,  carregada em flores.  Era em uma repartição pública, tinha ido acompanhar minha esposa em serviços burocráticos. Como nunca tinha visto algo assim, e sou muito curioso, fui logo tentar me informar com o guarda; se sabia da espécie, foi aí que me contou que várias pessoas levavam vagens para tentar fazer mudas. Fiquei muito interessado e recolhi algumas vagens também pra tentar fazer algumas mudas.                                                              Bem, vamos lá! Pesquisando na net descobri que as sementes tem a casca muito dura, e seria necessário romper a camada mais dura da semente, para a água poder chegar no núcleo e assim germinar. As sementes além de duras estão protegidas por uma camada de resina, e o cheiro é muito agradável. Estão aí as sementinhas 35,36 parece... Bom o segredo é romper a casca mais dura, para isso usei o es

Ninho de guache *** Cacicus haemorrhous (Linnaeus, 1766)

 A foto não ficou das melhores, mas da para se ter uma noção de como eles fazem o ninho. Mesmo estilo do tecelão, veja bem abaixo na pág.                                  Acredito que sejam parentes próximos, pois o bico os olhos as manchas nas penas são bem peculiares.                         *Acima os donos e seus respectivos ninhos, abaixo o ninho do tecelão. Ninho de tecelão tecelão                                              Observe como as aves são parecidas! LOCAL DAS FOTOS:  Guache  Cacicus haemorrhous : Foz do Iguaçu                                       Tecelão Cacicus chrysopterus : Arroio do Moinho Canguçu.